terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Amizade ou Amor - parte 11

Passaram algumas semanas e alguns meses, Lizy tava começando a me irritar, ela não conseguia emprego e estava usando o dinheiro de Zicq... Ate que eu pensei comigo “Eu vou procurar um emprego pra ela”
Li o jornal e depois os empregos online... achei algo na carreira cientifica:
- Cobaia, você vai começar por baixo Lisandra!
Depois fui assistir TV, era meu dia de folga, eu não sou promovida a meses, isso ta me preocupando.
Logo depois Lizy desceu para tomar café, ela ta acordando sempre às 10hs e Zicq já estava no trabalho.
Lizy comeu cereal, depois colocou o prato pra lavar e foi passando perto de mim na sala e eu a chamei:
- Lizy, pode vir aqui?
- Claro amiga! O que aconteceu?
Ela se sentou ao meu lado no sofá e eu falei:
- Amanha você começa seu novo emprego.
- Emprego, onde?
- No Laboratório das Indústrias Quero Tudo que é Seu, como Cobaia, às 9hs.
- Ta bom. - disse isso sem animação.
- Lizy, eu só fiz isso porque você ta meses sem trabalhar.
- Eu sei, eu não consigo parar em lugar nenhum.
- Mas essa é sua ultima chance, se não, você vai ter que ir embora daqui.
- Ok. – senti ela dizer isso mais desanimada.
- Vou arrumar a casa, você me ajuda?
- Claro, o que vamos fazer?
Nos levantamos do sofá e eu falei:
- Vamos mudar tudo de lugar.
- Ok.
Passamos as horas arrumando a casa, cada hora que eu via a Lizy me ajudar, eu pensava “nossa, ela ta querendo ficar nessa casa” e ela via que eu a olhava e sorria.
“Será que ela ta mudada ou só ta fazendo o tipo pra ganhar minha confiança?”
Acabamos de arrumar as coisas antes de Zicq chegar, fomos tomar banho, cada uma num banheiro.
Depois, eu desci para comer algo, enquanto eu comia, vi Lizy descer e ir assistir TV, a vi com um vestido super curto, mas não falei nada. Acabei de comer e fui ao laptop.
Ela se levantou para pegar um livro, se sentou no sofá e daí eu falei:
- Você vai ficar com esse vestido agora?
- O que tem Zy? – Lizy ficou séria.
- O que tem, temos um homem nessa casa e você ta...
- Continua essa frase Zoey.
Eu não falei a palavra “vulgar”, mas ela sabia que era isso e ficou brava:
- Ah Zoey, eu sei a palavra, você já falou isso uma vez... vou dar um passeio.
Lizy jogou o livro no sofá e saiu de casa. Voltei ao meu texto, mas não consegui escrever...
- Oh meu Deus... o que eu faço pra essa Lisandra?
Desliguei o notebook e fui à hidro, relaxar um pouco.
Zicq chegou logo depois, foi correndo para lá e entrou para ficar comigo.
- Vem perto de mim.
- Por que Zicq?
- Você ta com uma carinha...
- A Lizy me deixa assim, ela ta perecendo uma criança teimosa. – e me sentei perto dele, com a cabeça no ombro dele.
- Eu podia ter imaginado, o que ela aprontou?
Eu contei tudo para ele e ele acabou rindo da situação do meu ciúme. Sai da hidro, ele me segurou pela mão:
- Me deixa entrar, eu to com frio.
Ele saiu da hidro e ficou de frente comigo:
- Sinto saudades!
- Mas eu to aqui...
Ele não falou mais nada, me agarrou e me deu um super beijo e eu correspondi...
Acabamos de nos beijar e nos olhamos...
- Volta para mim?
- Eu to aqui...
- Que bom.
E me deu um selinho e nos abraçamos. Ele me contou:
- Fui promovido!!
- De novo, que ótimo!
Quando fomos nos beijar, ouvimos barulho na porta:
- Lizy chegou!
- É, vou tomar um banho e depois nos conversamos com ela.
- Não precisa, deixa pra, ela já foi avisada.
- Ta bom.
E nos beijamos. Depois entramos na casa, Zicq foi tomar banho no banheiro em cima e eu no banheiro embaixo.
Quando fomos dormir, Lizy já tava na cama dela.

2 comentários:

  1. Sinistro !!!
    Ta muito legal sua história Paula..
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Sinistro pq???
    obrigada por gostar, mas eu ja to chegando ao fim...

    ResponderExcluir